Usar a  Criatividade na sua Casa é um ato Subversivo

Por Erika Karpuk

A indústria diz através do Marketing Abusivo:

Arrow

Se empodere, seja você, use a criatividade, coloque a mão na massa, desde que siga as tendências que eu dito e compre o que eu te ofereço ‘.

O Poder Criativo foi afogado por um mar de ideias, soluções e ‘kits faça você mesmo” que nos cercam por todos os lados

Não precisamos criar nada, porque basta entrar no perfil do influencer ou no app de referencias, que todas as ideias estão lá 

#sqn

as tendências são propagadas através das mídias, redes sociais, feiras do setor, mostras de arquitetura

num esquema milionário de marketing usando agencias de intermediação entre marcas e influencers

que são pagos para divulgar o produto de uma forma leve, descontraída e natural

quem roda o feed, liga a tv ou entra no app de referencias, começa a ver a mesma referencia estética e se ‘acostumando’ com ela

Quando nossos olhos se voltam ao que está fora, deixamos de olhar para o que está ao redor, e as referências pessoais acabam sendo distorcidas e influenciadas pelo padrão estético escolhido da vez

Erika Karpuk

“”

E é ai que nomeio esse marketing como abusivo

Arrow

pois me lembra o termo Gaslighting que significa Manipulação

Arrow

uma forma de abuso psicológico, no qual o abusador distorce as informações ou as inventa, com a intenção de fazer a vitima duvidar da sua percepção e sanidade

Não é um problema buscar inspiração nas redes sociais 

Desde que não sejamos manipulados à acreditar que não temos capacidade de encontrar soluções através da nossa própria criatividade

Quando não usamos nosso Poder Criativo ele atrofia e ficamos vulneráveis ao controle do Marketing Abusivo

Aprenda a se libertar das tendências e viver mais satisfeite

clique aqui