A curiosa história do Piso de Cacos

Erika karpuk

Entre as décadas  40 e 50 existiam 2 indústrias cerâmicas em SP que fabricavam uma lajota quadrada, nas cores vermelha, amarela e preta. 

A mais comum e mais barata era a vermelha

As peças quebradas eram enterradas em buracos. Até que um funcionário (ou artista?) teve a ideia de revestir seu cimentado com o refúgo

Os outros funcionários acharam bonito, começaram a usar também 

Os jornais da época descobriram o feito e a novidade chegou na classe média

O sucesso dos cacos foi tanto que a cerâmica começou a quebrar peças novas para atender a demanda

Eles migraram do piso para os muros e paredes

Imagem @sãopauloantiga

E as cores começaram à variar

Se você acha que piso de caquinhos é velho, feio e não tem valor, essa é uma boa hora de mudar o olhar

Quem tem uma preciosidade dessa em casa, valorize!! Porque isso é história, 

isso é

AMOR

Leia o Manifesto e

MUDE O OLHAR

Decoração Subversiva

E VALORIZE